Políticas Editoriais

Foco e Escopo

Criada, 2005, Brazilian Journalism Research (BJR) tem como propósito constituir-se como um periódico acadêmico a fim de apresentar, na forma de artigos científicos, resultados de pesquisas e estimular debates sobre questões teórico-metodológicas da pesquisa em jornalismo, ao mesmo tempo em que se propõe a contribuir para a criação e fortalecimento de uma rede de pesquisadores em jornalismo em nível nacional e internacional, tendo por base os grupos de pesquisa no Brasil.

Cobertura temática: Comunicação; Jornalismo e Editoração

País de publicação: Brasil


Público da revista

A Brazilian Journalism Research é dirigida principalmente a professores, pesquisadores e estudantes na área de Jornalismo, Comunicação e Ciências Sociais. A revista incentiva ainda a distribuição do seu conteúdo a profissionais do jornalismo e da comunicação.

 
ISSN da versão online: 1981-9854
ISSN da versão impressa (descontinuada a partir de 2008): 1808-4079

 

Políticas de Seção

Articles

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigos

##section.default.policy##

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

SPECIAL ISSUE / EDIÇÃO ESPECIAL : The Journalism as a space in which to observe the world

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

SPECIAL ISSUE / EDIÇÃO ESPECIAL: Journalism in Brazil and Africa

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

SPECIAL ISSUE / EDIÇÃO ESPECIAL: Journalism and Gender Studies

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

SPECIAL ISSUE / EDIÇÃO ESPECIAL: Journalists in the Newsrooms

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

A Brazilian Journalism Research utiliza a política da double-blind reviewing na qual tanto não há identificação tanto dos autores como dos avaliadores. Todos os artigos são inicialmente revisados pelos Editores que verificam se ele se enquadram no escopo da revista e nas normas editoriais. Em seguida eles são enviados para pelos menos dois avaliadores externos. Os avaliadores são escolhidos com base na temática dos artigo, dos referenciais teóricos e metodológicos adotados e, em alguns casos, na zona geográfica da pesquisa.

Um modelo de formulário utilizado pela revista de avaliação pode ser acessado aqui.

Avaliadores que possuam algum tipo de conflito de interesses – por exemplo, que tenham conhecimento da pesquisa ou que sejam da mesma instituição do autor – não serão selecionados.

Em caso de divergência entre os pareceres um terceiro avaliador poderá ser convidado. A decisão final será tomada pelo Editor encarregado pelo artigo tendo como base os pareceres. O editor poderá: i) Aceitar o artigo com modificações menores; ii) Solicitar modificações substanciais no texto; iii) Solicitar que artigo seja revisado e submetido novamente; iv) Recusar o artigo.

No caso dos artigos aceitos, a equipe editorial da BJR pode proceder alterações de ordem formal, ortográfica e gramatical, realizadas por revisores especializados – após consulta aos autores.

Os textos não aceitos para publicação na revista BJR, arquivados pelo sistema, estão liberados para submissão em outros periódicos.

Acesse aqui um resumo do Processo Editorial e dos Prazos de avaliação e publicação dos artigos submetidos à BJR.

 

Periodicidade

Quadrimestral - A partir de 2016

Semestral - 2005 a 2015

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Normas para Publicação

A BJR publica trabalhos acadêmicos originais e inéditos de doutores e doutorandos sobre Teoria, Pesquisa e Crítica do Jornalismo. Mestres, mestrandos e graduandos podem submeter trabalhos desde que em regime de coautoria com pesquisadores que tenham título de doutor ou que sejam doutorandos. São acolhidos textos em fluxo contínuo, preferencialmente resultados de pesquisas. Além dos artigos de temas livres, a BJR publica dossiês com temáticas específicas da área de Jornalismo, detalhadas em Chamadas Públicas para uma determinada edição.


1 Orientações gerais

O trabalho submetido deve ser de autoria intelectual própria. O autor deve identificar corretamente os dados e referências utilizados e dar os créditos ao autor ou fonte de informação consultados. Deve também de­clarar que todo material incluído no seu trabalho está livre de direitos de autor e que possíveis litígios judiciais de qualquer ordem ou reclamação relacionados com direitos de propriedade intelectual são de sua responsabilidade, de forma que exonera a Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor), a revista e os editores da mesma de toda responsabilidade sobre os materiais apresentados.

Para submeter seu trabalho, o autor deve utilizar exclusivamente o sistema eletrônico da revista http://bjr.sbpjor.org.br

A BJR aceita submissões em português/espanhol ou inglês. O autor que submeter um trabalho se compromete a enviar a versão do artigo no outro idioma (português ou inglês conforme tenha sido o idioma avaliado) 15 (quinze) dias após a comunicação do aceite pela BJR, caso o artigo seja aprovado sem alterações pelos pareceristas. Em caso de artigos aprovados, mas condicionados a alterações, o autor deverá providenciar em 15 (quinze) dias a tradução após a aprovação da nova versão pelos editores da revista.

2 Os artigos devem ser submetidos com os seguintes elementos:

Título e subtítulo: Em português, inglês e espanhol.

Resumo/Resumen/Abstract: Os artigos devem ser acompanhados de resumo (contendo o tema, os objetivos, metodologia e a principal conclusão) de aproximadamente 10 linhas (ou até 1 mil caracteres) em português, inglês e espanhol.

Palavras-chave/palavras-clave/Keywords: Entre três (3) e cinco (5) palavras-chave em português, inglês e espanhol.

com introdução e intertítulos em itálico, que não devem ser numerados, obedecendo a uma hierarquia clara de títulos e subtítulos que facilite a leitura;

- Notas devem ser redigidas no final do texto, antes das referências bibliográficas;

- As referências e as notas devem ser citadas no texto com (AUTOR, data, e número de página);

- Tabelas, figuras, fotos e ilustrações devem ter uma boa qualidade e alta resolução, ser em preto e branco e numeradas sequencialmente por categoria e claramente identificadas (Exemplos: Figura 1, Figura 2; Tabela 1, Tabela 2 etc.);

- Uma seção de Referências Bibliográficas em ordem alfabética deve seguir o texto; use o estilo da ABNT.

As informações de identificação dos autores devem ser inseridas nos campos respectivos do sistema eletrônico quando da submissão dos textos e não devem ser incluídas no texto do artigo. No Sistema SEER, (s) autor(es) deve(m) fornecer um currículo com titulação máxima obtida, vínculo institucional, cidade, país, e-mail e outros dados relevantes.

O formato final do artigo deve seguir o template da BJR, disponível aqui

Permissões de direitos de autor: os autores são responsáveis pela obtenção de permissões de direitos de autor para reproduzir qualquer cotação, ilustração ou fotografia publicadas anteriormente em outro local ou que tenham sido produzidas por outras pessoas que não o autor do artigo.

No caso de o texto vir a ser aprovado para publicação, o(s) autor(es) assina(m) declaração - em conformidade com o modelo estabelecido - transferindo os direitos autorais à revista e autorizando a Brazilian Journalism Research a publicá-lo por meio impresso, eletrônico, CDRom e/ou internet ou outro meio conhecido.


3 Taxas de processamento (APCs): A BJR não aplica taxas de processamento ao artigos submetidos à revista.


4 Custos de publicação: A BJR não cobra taxa de submissão nem taxa de editoração de artigos aceitos para publicação. 


5 Artigos publicados por ano: a revista publica anualmente entre 30 e 35 artigos científicos inéditos. 


6 Informações adicionais: Para informações sobre a SBJor, visite o site da Associação em  www.sbpjor.org.br Para conhecer edições anteriores da BJR e a edição atual visite o website da revista Brazilian Journalism Research em http://bjr.sbpjor.org.br

O acompanhamento do processo editorial do artigo submetido pode ser realizado via Sistema SEER. Quando necessário, entre em contato com os editores pelo email bjreditor@gmail.com.

 

Avaliações e métricas

Qualis CAPES 2013-2016:

Comunicação e Informação: B1

Sociologia: B1

Ciência Política e Relações Internacionais: B3

Ensino: B4

Interdisciplinar: B4

Letras e Linguística B5

Ciência da Computação B5

 

HCERESHaut Conseil d'évaluation de la recherche et de l'enseignement supérieur - (França).

Integra a lista de revistas qualificadas em Ciências da Informação e Comunicação.

 

Clasificación Integrada de Revistas Científicas – CIRC (Espanha)

Ciencias Sociales: C


Google Metrics

Índice h5: 6
Mediana h5: 15

 

Financiamento e apoios

A revista é editada pela Associação Brasileira de Pesquisadores de Jornalismo, que financia a sua publicação.

A revista também participa dos editais abertas por agências públicas de fomento à ciência no Brasil. (CAPES, CNPq)

A BJR não recebe nenhum tipo de financiamento privado.

O conteúdo da revista é gratuito e licenciado sob Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

 

SBPJor - Gestão 2015-2017

Diretoria Executiva:
Presidente: Cláudia Lago (USP)
Vice-Presidente: Sonia Virginia Moreira (UERJ)
Diretora Administrativa: Claudia Nonato (FIAM/FAAM)
Diretoria Científica: Monica Martinez (UNISO)
Diretora Editorial: Laura Storch (UFSM)

Conselho Administrativo:
Daniela Ota (UFMS)
Edna de Mello Silva (UFTO)
Marta Maia (UFOP)

Conselho Científico:
Antonio Hohlfeldt (PUC-RS)
Carlos Franciscato (UFS)
Fernando Oliveira Paulino (UnB)
Frederico Tavares (UFOP)
Josenildo Guerra (UFS)
Leonel Aguiar (PUC-RJ)
Suzana Barbosa (UFBA)

 

Regulamento da BJR

Artigo 01 – A revista Brazilian Journalism Research (BJR) é uma publicação científica, editada pela Associação Brasileira de Pesquisadores de Jornalismo (SBPJor).

 

Artigo 02 –  A revista tem como propósito:

I Apresentar resultados de pesquisas e estimular debates sobre questões teórico-metodológicas da pesquisa em jornalismo;

 II Contribuir para a criação e fortalecimento de redes de pesquisadores em jornalismo em nível nacional e internacional, tendo por base os grupos de pesquisa no Brasil.

 

I. Organização do conteúdo e direto autoral

 

Artigo 03 –  A Brazilian Journalism Research terá, a partir de 2016, periodicidade quadrimestral.

I É possível alterar a periodicidade por meio de decisão da equipe editorial e após consulta à Direção e ao Conselho Científico da SBPJor.

 

Artigo 04  Com o objetivo de promover a internacionalização da revista e das pesquisas em jornalismo no Brasil, cada número da Brazilian Journalism Research será publicado sempre em duas versões: Inglês e Português/Espanhol

 

Artigo 05 –  A Brazilian Journalism Research será composta das seguintes seções:

I   Introdução/Apresentação da revista;

II  Introdução ao dossiê temático (quando for o caso);

III  Artigos que podem ser distribuídos em duas seções: dossiê temático e seção de temas livres;

IV  Outros formatos de texto (resenhas, relatos de pesquisa, entrevistas, ensaios perfis, etc.) poderão ser publicados.

 

Artigo 06 –  A Brazilian Journalism Research circulará em acesso aberto.

 

Artigo 07 – Ao publicarem na BJR, os autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivações-SemDerivados BY NC ND, permitindo que outros façam download dos trabalhos publicados e os compartilhem desde que atribuam crédito aos autores, mas sem que possam alterá-los de nenhuma forma ou utilizá-los para fins comerciais.

 

II. Composição da equipe editorial

 

Artigo 08  A equipe editorial da Brazilian Journalism Research será composta pelas seguintes funções

I   Diretores

II  Editor-executivo

III – Editores-associados

III  Editores-assistentes

IV  Editores-convidados

V  Conselho Editorial

 

Artigo 09  Integram a direção da revista o/a presidente e o/a vice-presidente da SBPJor.

 

Artigo 10  São funções dos diretores da revista

 Cuidar da gestão editorial e do desempenho final da Brazilian Journalism Research;

II  Definir a política editorial e de avaliação de manuscritos;

III  Definir a política de indexação da Brazilian Journalism Research.

 

Artigo 11  Ocupa o cargo de editor executivo, um pesquisador-doutor, sócio da SBPJor, com comprovada experiência em gestão e edição de periódicos científicos

I – O editor-executivo da revista será escolhido pela direção da BJR, após consulta ao conselho científico da Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo;

 

Artigo 12 –  São funções do editor-executivo:

I – Atuar, em colaboração com a direção da revista, editores associados e editores assistentes, da na gestão do fluxo de avaliação de  manuscritos, com ênfase na seleção e interação com os pareceristas e autores;

II – Auxiliar os editores-convidados no trabalho de edição dos dossiês temáticos;

III – Encaminhar à direção da revista e ao Conselho Editorial propostas referentes à gestão e ao desenvolvimento da Brazilian Journalism Research.

 

Artigo 13 –  Integram a equipe de editores-associados, pesquisadores-doutores vinculados preferencialmente a instituições de ensino e pesquisa estrangeiras.

I – Os editores-associados da revista serão escolhidos pela direção da BJR, após consulta ao conselho científico da Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo;

 

Artigo 14 –  São funções dos editores-associados:

I – Atuar, em colaboração com a direção da revista, editor-executivo e editores assistentes, da na gestão do fluxo de avaliação de  manuscritos em idioma estrangeiro (inglês e espanhol), com ênfase na seleção e interação com os pareceristas e autores;

II – Auxiliar os editores-convidados no trabalho de edição dos dossiês temáticos;

III- Contribuir para a internacionalização da revista.

 

Artigo 15 – A equipe de editores-assistentes será composta por pesquisadores doutores ou doutorandos de instituições de pesquisa brasileiras ou estrangeiras.

I – Ficará a critério do editor-executivo da revista constituir uma equipe de editores-assistentes, após consulta à direção da revista.

 

Artigo 16 – A equipe editorial da Brazilian Journalism Research poderá recorrer a editores-convidados, pesquisadores brasileiros e estrangeiros de reconhecida notoriedade nos estudos de jornalismo, para trabalhar em parceria com os editores-executivos e associados na edição de dossiês temáticos

 

Artigo 17 – São funções dos editores-convidados

I – Trabalhar na divulgação da chamada de trabalhos dos dossiês temáticos sob sua responsabilidade, priorizando a internacionalização das submissões;

II – Atuar, em colaboração com a equipe editorial da revista, da gestão do fluxo de avaliação de  manuscritos submetidos ao dossiê temático;

 

Artigo 18 – A Brazilian Journalism Research contará ainda com um Conselho Editorial composto por pesquisadores brasileiros e estrangeiros de reconhecida notoriedade nos estudos de jornalismo.

I – O membros do Conselho Editorial serão escolhidos pela direção da revista após consulta ao conselho científico da SBPJor;

II – São membros permanentes do Conselho Editorial da BJR: a Direção da revista, seu editor-executivo e os diretores editorial e científico da SBPJor.

 

Artigo 19 –  O conselho editorial deve reunir se periodicamente, de forma presencial ou online.


Artigo 20 – São funções do Conselho Editorial:

I – Assessorar a SBPJor, os editores-chefes e os editores-executivos ou associados na avaliação do desempenho do periódico;

II –  Elaborar recomendações para o aperfeiçoamento da Brazilian Journalism Research.

 

III. Normas para publicação

 

Artigo 21 – A Brazilian Journalism Research publica trabalhos acadêmicos originais e inéditos de doutores e doutorandos sobre Teoria, Pesquisa e Crítica do Jornalismo.

 

Artigo 22 – São acolhidos textos em fluxo contínuo, preferencialmente resultados de pesquisas:

I – Os manuscritos submetidos à Brazilian Journalism  Research devem obedecer as Diretrizes para os Autores, publicadas no site da revista;

II – A submissão de textos para dossiês temáticos devem seguir Diretrizes para os Autores e também as instruções que constarem nas Chamadas Públicas.

 

Artigo 23 – O processo de revisão dos manuscritos submetidos à BJR serão composta pelas seguintes etapas:

I – Avaliação pela equipe editorial (desk review) em que serão obervados a consonância em relação às Diretrizes para os Autores, à linha editorial da revista e as instruções que constarem nas chamadas públicas dos dossiês temáticos (quando for o caso).

II – O envio dos artigos para pareceristas para avaliação cega pelos pares.

§ - Os pareceristas devem ser obrigatoriamente doutores, com reconhecido domínio do tema e do idioma de origem dos manuscritos

III – Comunicação ao autor da decisão editorial e acompanhamento dos processos de revisão e resubmissão (quando for o caso)

IV – Editoração dos artigos aceitos e revisão das provas pela equipe editorial e pelos autores.

 

IV. Declaração de ética

 

Artigo 24 – A BJR se compromete desenvolver práticas que garantam a idoneidade e a qualidade dos artigos publicados pela revista

I – O Código de Conduta e de Boas Práticas de Pesquisa adotadas pela revista estão disponíveis no site;

II – A BJR incentiva seus colaboradores – equipe editorial e pareceristas – a comentar sobre a originalidade de artigos e a estarem alerta para publicação redundante e/ou plágio.

 

Código de Conduta e de Boas Práticas de Pesquisa

A BJR adota uma política de promoção da integridade na pesquisa. Por isso, apresentamos as principais diretrizes que orientam as boas práticas dos autores, pareceristas e editores da revista


Autores

 

Originalidade

Os autores se comprometem a oferecer um trabalho original. Qualquer citação deve ter a referência conforme as Diretrizes para os autores. O plágio ou autoplágio configura crime (Lei 9.610/98).

A BJR adotará uma política de detecção de plágio. Em casos em que um plágio é detectado, a revista se reserva ao direito de: publicar uma errata e/ou remover o artigo do jornal e/ou banir o autor da publicação.

 

Publicação múltipla

O autor não deve enviar o mesmo texto para mais de uma revista ao mesmo tempo. O autor pode apresentar seu trabalho em evento e enviar para a revista, mas deve mencionar no formulário de submissão. Qualquer dúvida, deve ser informada no formulário.

 

Autoria e colaboração

A autoria do trabalho se restringe àqueles que deram uma contribuição significativa para a concepção, projeto, execução ou interpretação do estudo. Pessoas que participaram em certos aspectos do projeto de pesquisa e/ou do artigo submetido devem ser listadas como colaboradores, em nota de rodapé.

A definição do primeiro autor, dos demais autores do texto e os demais créditos concedidos deve estar baseadas no mérito científico e na contribuição dada ao artigo, independente do status ou titulação dos/as autores – incluindo casos de trabalhos coassinados com  orientadores de teses ou dissertações. 

Todos os autores e coautores devem estar cientes e em concordância com a submissão do trabalho.

 

Financiamento

Se houve financiamento, todas as fontes devem ser devidamente citadas na submissão.

 

Pedidos de revisão

O autor tem direito de pedir revisão caso considere o parecer inadequado. Os pedidos de revisão devem ser encaminhados ao editor, por meio de uma carta em que sejam elencadas as razões para a revisão no parecer. Pedidos de revisão serão avaliados pelo direção da revista após consulta pelo editor encarregado pela submissão.

 

Pareceristas


Função

O parecerista é responsável por avaliar se o artigo deve ser aceito ou não para publicação na revista. O parecerista deve analisar: originalidade, adequação ao escopo da revista e/ou ao dossiê temático, metodologia, rigor científico, atualidade e pertinência do referencial teórico adotado.

 

Confidencialidade

A avaliação deve ser cega. O parecerista deve tratar os documentos como confidenciais. O parecerista não deve mostrar ou discutir com outros, nem divulgar nada antes da publicação do artigo.

 

Qualificação

O parecerista que não se sentir qualificado para analisar o artigo deve responder ao editor assim que tiver acesso ao email de solicitação.

 

Pontualidade

O parecerista deve cumprir o prazo indicado quando aceita a avaliação ao informar disponibilidade pelo sistema da revista. Se o parecerista não puder cumprir o prazo por algum imprevisto, deve informar tão logo ao editor para que seja designado outro parecerista.

 

Retorno ao autor

O parecerista não envia retorno direto ao autor. Quem o faz é o editor encarregado pela submissão com base nos pareceres emitidos.

 

Plágio

O parecerista deve colaborar na identificação de autoplágio e plágio.

 

Submissão de artigo

O parecerista pode submeter artigo à revista como qualquer outro autor, seguindo as mesmas regras e normas.

Os editores, contudo, devem evitar solicitar pareceres a pesquisadores com submissões em processo de avaliação pela BJR.

 

Editores

 

Publicação

A equipe de editores é responsável por assegurar a integridade do processo de avaliação.

A equipe de editores deve obedecer às exigências legais em vigor sobre difamação, violação de direitos autorais e plágio.

 

Confidencialidade

Os editores e demais membros da equipe editorial não devem divulgar qualquer informação sobre um manuscrito submetido, a não ser aos pareceristas.

 

Publicação

O editor deve informar ao autor a edição em que o artigo deve ser publicado.

 

Conflitos de interesse

O editor deve recusar assumir  responsabilidade por os manuscritos com os quais tenha conflitos de interesse por questões competitivas, colaborativas ou outros relacionamentos ou ligações com qualquer um dos autores, empresas ou (possivelmente) instituições ligadas aos manuscritos.

 

Envolvimento e cooperação em investigações

O editor deve tomar medidas necessárias cabíveis quando foram apresentadas reclamações éticas a respeito de um manuscrito submetido ou artigo publicado.

 

Conflitos de interesse e ética de pesquisa

Os autores devem informar no artigo, que não foram omitidas quaisquer ligações a órgãos de financiamento, bem como a instituições comerciais ou políticas. Qualquer envolvimento comercial ou financeiro que possa representar algum tipo de conflito de interesse deve ser encaminhado em uma carta enviado junto com o artigo ao editor responsável pela submissão.

No caso dos artigos redigidos com base em pesquisas envolvendo seres humanos é de responsabilidade dos  autores adotarem os procedimentos éticos da área, incluindo a submissão aos Comitês de Ética na Pesquisa de suas instituições ou países, quando for o caso.

A BJR também  dispõe de um Código de Conduta e de Boas Práticas de Pesquisa. Além disso, encorajamos os autores a consultarem as normas do Committee on Publication Ethics (COPE)

 

Política de publicação de dados individuais

Nomes e endereços eletrônicos informados à revista são utilizados exclusivamente para fins de divulgação científica. Esses dados não serão disponibilizados pela BJR para outras finalidades.

 

Permissões

Os autores são responsáveis por obter os direitos para reprodução de qualquer imagem, tabela ou figura publicada em outro lugar.