O jornalismo econômico e a concepção de mercado: uma análise de conteúdo dos cadernos de economia da Folha de S.Paulo e O Estado de S.Paulo

Maria Lucia de Paiva Jacobini

Resumo


Este artigo apresenta os resultados da análise dos cadernos de economia de dois dos grandes jornais do país: a Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo. Após uma discussão sobre as principais características do jornalismo econômico, seu conceito, história, linguagem e a percepção econômica do termo mercado, os dados mostram que há uma simplificação do uso do termo, reduzindo-o ao mercado financeiro. O objetivo de atrair o leitor mais geral interfere na visão sobre a notícia econômica e o interesse do público especializado. A análise também mostra a percepção da ideologia do mercado financeiro, implícita no jornalismo econômico e que transforma o tratamento jornalístico.

Palavras-chave


jornalismo econômico; mercado; análise de conteúdo; Folha de S. Paulo; O Estado de S. Paulo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25200/BJR.v4n2.2008.171

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN da versão online: 1981-9854

ISSN da versão impressa (descontinuada a partir de 2008): 1808-4079



Datas de publicação da revista

30 de abril - 30 de agosto - 30 de dezembro

 

Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.