Regulamento da BJR

Artigo 01 – A revista Brazilian Journalism Research (BJR) é uma publicação científica, editada pela Associação Brasileira de Pesquisadores de Jornalismo (SBPJor).

 

Artigo 02 –  A revista tem como propósito:

I Apresentar resultados de pesquisas e estimular debates sobre questões teórico-metodológicas da pesquisa em jornalismo;

 II Contribuir para a criação e fortalecimento de redes de pesquisadores em jornalismo em nível nacional e internacional, tendo por base os grupos de pesquisa no Brasil.

 

I. Organização do conteúdo e direto autoral

 

Artigo 03 –  A Brazilian Journalism Research terá, a partir de 2016, periodicidade quadrimestral.

I É possível alterar a periodicidade por meio de decisão da equipe editorial e após consulta à Direção e ao Conselho Científico da SBPJor.

 

Artigo 04  Com o objetivo de promover a internacionalização da revista e das pesquisas em jornalismo no Brasil, cada número da Brazilian Journalism Research será publicado sempre em duas versões: Inglês e Português/Espanhol

 

Artigo 05 –  A Brazilian Journalism Research será composta das seguintes seções:

I   Introdução/Apresentação da revista;

II  Introdução ao dossiê temático (quando for o caso);

III  Artigos que podem ser distribuídos em duas seções: dossiê temático e seção de temas livres;

IV  Outros formatos de texto (resenhas, relatos de pesquisa, entrevistas, ensaios perfis, etc.) poderão ser publicados.

 

Artigo 06 –  A Brazilian Journalism Research circulará em acesso aberto.

 

Artigo 07 – Ao publicarem na BJR, os autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivações-SemDerivados BY NC ND, permitindo que outros façam download dos trabalhos publicados e os compartilhem desde que atribuam crédito aos autores, mas sem que possam alterá-los de nenhuma forma ou utilizá-los para fins comerciais.

 

II. Composição da equipe editorial

 

Artigo 08  A equipe editorial da Brazilian Journalism Research será composta pelas seguintes funções

I   Diretores

II  Editor-executivo

III – Editores-associados

III  Editores-assistentes

IV  Editores-convidados

V  Conselho Editorial

 

Artigo 09  Integram a direção da revista o/a presidente e o/a vice-presidente da SBPJor.

 

Artigo 10  São funções dos diretores da revista

 Cuidar da gestão editorial e do desempenho final da Brazilian Journalism Research;

II  Definir a política editorial e de avaliação de manuscritos;

III  Definir a política de indexação da Brazilian Journalism Research.

 

Artigo 11  Ocupa o cargo de editor executivo, um pesquisador-doutor, sócio da SBPJor, com comprovada experiência em gestão e edição de periódicos científicos

I – O editor-executivo da revista será escolhido pela direção da BJR, após consulta ao conselho científico da Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo;

 

Artigo 12 –  São funções do editor-executivo:

I – Atuar, em colaboração com a direção da revista, editores associados e editores assistentes, da na gestão do fluxo de avaliação de  manuscritos, com ênfase na seleção e interação com os pareceristas e autores;

II – Auxiliar os editores-convidados no trabalho de edição dos dossiês temáticos;

III – Encaminhar à direção da revista e ao Conselho Editorial propostas referentes à gestão e ao desenvolvimento da Brazilian Journalism Research.

 

Artigo 13 –  Integram a equipe de editores-associados, pesquisadores-doutores vinculados preferencialmente a instituições de ensino e pesquisa estrangeiras.

I – Os editores-associados da revista serão escolhidos pela direção da BJR, após consulta ao conselho científico da Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo;

 

Artigo 14 –  São funções dos editores-associados:

I – Atuar, em colaboração com a direção da revista, editor-executivo e editores assistentes, da na gestão do fluxo de avaliação de  manuscritos em idioma estrangeiro (inglês e espanhol), com ênfase na seleção e interação com os pareceristas e autores;

II – Auxiliar os editores-convidados no trabalho de edição dos dossiês temáticos;

III- Contribuir para a internacionalização da revista.

 

Artigo 15 – A equipe de editores-assistentes será composta por pesquisadores doutores ou doutorandos de instituições de pesquisa brasileiras ou estrangeiras.

I – Ficará a critério do editor-executivo da revista constituir uma equipe de editores-assistentes, após consulta à direção da revista.

 

Artigo 16 – A equipe editorial da Brazilian Journalism Research poderá recorrer a editores-convidados, pesquisadores brasileiros e estrangeiros de reconhecida notoriedade nos estudos de jornalismo, para trabalhar em parceria com os editores-executivos e associados na edição de dossiês temáticos

 

Artigo 17 – São funções dos editores-convidados

I – Trabalhar na divulgação da chamada de trabalhos dos dossiês temáticos sob sua responsabilidade, priorizando a internacionalização das submissões;

II – Atuar, em colaboração com a equipe editorial da revista, da gestão do fluxo de avaliação de  manuscritos submetidos ao dossiê temático;

 

Artigo 18 – A Brazilian Journalism Research contará ainda com um Conselho Editorial composto por pesquisadores brasileiros e estrangeiros de reconhecida notoriedade nos estudos de jornalismo.

I – O membros do Conselho Editorial serão escolhidos pela direção da revista após consulta ao conselho científico da SBPJor;

II – São membros permanentes do Conselho Editorial da BJR: a Direção da revista, seu editor-executivo e os diretores editorial e científico da SBPJor.

 

Artigo 19 –  O conselho editorial deve reunir se periodicamente, de forma presencial ou online.


Artigo 20 – São funções do Conselho Editorial:

I – Assessorar a SBPJor, os editores-chefes e os editores-executivos ou associados na avaliação do desempenho do periódico;

II –  Elaborar recomendações para o aperfeiçoamento da Brazilian Journalism Research.

 

III. Normas para publicação

 

Artigo 21 – A Brazilian Journalism Research publica trabalhos acadêmicos originais e inéditos de doutores e doutorandos sobre Teoria, Pesquisa e Crítica do Jornalismo.

 

Artigo 22 – São acolhidos textos em fluxo contínuo, preferencialmente resultados de pesquisas:

I – Os manuscritos submetidos à Brazilian Journalism  Research devem obedecer as Diretrizes para os Autores, publicadas no site da revista;

II – A submissão de textos para dossiês temáticos devem seguir Diretrizes para os Autores e também as instruções que constarem nas Chamadas Públicas.

 

Artigo 23 – O processo de revisão dos manuscritos submetidos à BJR serão composta pelas seguintes etapas:

I – Avaliação pela equipe editorial (desk review) em que serão obervados a consonância em relação às Diretrizes para os Autores, à linha editorial da revista e as instruções que constarem nas chamadas públicas dos dossiês temáticos (quando for o caso).

II – O envio dos artigos para pareceristas para avaliação cega pelos pares.

§ - Os pareceristas devem ser obrigatoriamente doutores, com reconhecido domínio do tema e do idioma de origem dos manuscritos

III – Comunicação ao autor da decisão editorial e acompanhamento dos processos de revisão e resubmissão (quando for o caso)

IV – Editoração dos artigos aceitos e revisão das provas pela equipe editorial e pelos autores.

 

IV. Declaração de ética

 

Artigo 24 – A BJR se compromete desenvolver práticas que garantam a idoneidade e a qualidade dos artigos publicados pela revista

I – O Código de Conduta e de Boas Práticas de Pesquisa adotadas pela revista estão disponíveis no site;

II – A BJR incentiva seus colaboradores – equipe editorial e pareceristas – a comentar sobre a originalidade de artigos e a estarem alerta para publicação redundante e/ou plágio.