Seeking Truth in Changing Journalism: An Ambivalent Notion in Rede Globo

Débora Lapa Gadret, Gisele Dotto Reginato

Resumo


Truth has been a central notion for journalism as a social institution. In current times, when journalistic role and practices are being challenged by audiences and by media reconfigurations, it is important to ask how the field's traditional values are being reorganized. Thus, the objective of this paper is to analyse how Brazilian television network Rede Globo comprehends the notion of truth in 2014’s institutional commercials. Through discourse analysis of their campaign, we found that the concept being presented is ambivalent: sometimes, truth is a unified entity and at other times it is multiple. Even though there is an ambiguity when presenting this value, journalism is always shown as responsible for mediating access to truth(s), high lightening journalistic relevance to society.

Palavras-chave


Journalism; Discourse; Truth; Television; Rede Globo

Texto completo:

PDF (English) PDF (PT)

Referências


BASTOS, Helder. Ciberjornalistas portugueses: das práticas às questões de ética. Biblioteca On-line de Ciências da Comunicação, Covilhã, Universidade da Beira Interior, 2010. Available in: . Access on: October 1, 2014.

BRUNS, Axel. Gatekeeping, gatewatching, realimentação em tempo real: novos desafios para o jornalismo. Brazilian Journalism Research, [São Paulo], v. 7, n. 2, p.119-140, jun. 2011.

BENETTI, Marcia. O jornalismo como gênero discursivo. Galáxia: Revista do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica, São Paulo, n. 15, p.13-28, 2008.

BENETTI, Marcia; HAGEN, Sean. Jornalismo e imagem de si: o discurso institucional das revistas semanais. Estudos em Jornalismo e Mídia, [Florianópolis], v. 7, n. 1, p.123-135, jun. 2010. Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

BOND, Fraser. Introdução ao jornalismo. Rio de Janeiro: Agir, 1959.

BRIN, Colette; CHARRON, Jean; BONVILLE, Jean de. Introdução. In: Natureza e transformação do jornalismo: teoria e pesquisas empíricas. 2013. (In press).

CHARAUDEAU, Patrick. Discurso das mídias. São Paulo: Contexto, 2009.

CHARAUDEAU, Patrick; MAINGUENEAU, Dominique. Dicionário de análise de discurso. São Paulo: Contexto, 2008.

CORNU, Daniel. Jornalismo e verdade: para uma ética da informação. Lisboa: Instituto Piaget, 1994.

FRANCISCATO, Carlos. A fabricação do presente: como o jornalismo reformulou a experiência do tempo nas sociedades ocidentais. São Cristóvão: UFS, 2005.

GERAGHTY, Christine. Aesthetics and Quality in Popular Television Drama. International Journal Of Cultural Studies, v. 6, n. 1, p.25-45, mar. 2003. SAGE Publications.

GOMIS, Lorenzo. Teoría del periodismo: cómo se forma el presente. Barcelona: Paidós, 1991.

GORTON, Kristyn. Media audiences: television, meaning and emotion. Edinburgh: Edinburgh University Press, 2009.

HEINRICH, Ansgard. Network journalism: journalistic practice in interactive spheres. London: Routledge, 2011.

IFM. Media Data Base - International Media Corporations 2014. Available in: . Access on: February 24, 2015.

KOVACH, Bill; ROSENSTIEL, Tom. Os elementos do jornalismo: o que os profissionais do jornalismo devem saber e o público deve exigir. Porto: Porto Editora, 2004.

LIPPMANN, Walter. Opinião pública. Rio de Janeiro: Vozes, 2010.

MAINGUENEAU, Dominique. Gênese dos discursos. Curitiba: Criar, 2007.

MAINGUENEAU, Dominique. A propósito do ethos. In: MOTTA, Ana Raquel; SALGADO, Luciana. (Eds.). Ethos discursivo. São Paulo. Contexto, 2008

MEMÓRIA Globo. Erros. Available in: . Access on: March 18, 2015.

ORGANIZAÇÕES Globo. Princípios editoriais das Organizações Globo. Rio de Janeiro, 2011.

ORLANDI, Eni. Análise de discurso: princípios e procedimentos. Campinas: Pontes, 2007a.

ORLANDI, Eni. Interpretação: autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. Campinas: Pontes, 2007b.

PARK, Robert. A notícia como forma de conhecimento: um capítulo dentro da sociologia do conhecimento. In: MAROCCO, Beatriz; BERGER, Christa (Eds.). A era glacial do jornalismo: teorias sociais da imprensa. Vol. 2. Porto Alegre: Sulina, 2008, p. 71-82.

PÊCHEUX, Michel. Análise automática do discurso. In: GADET, F; HAK, T (Eds.) Por uma análise automática do discurso: uma introdução à obra de Michel Pêcheux. Campinas: Editora da Unicamp, 1993.

PEREIRA, Fábio Henrique; ADGHIRNI, Zélia Leal. O jornalismo em tempo de mudanças estruturais. Intexto, Porto Alegre, v. 1, n. 24, 38-57, jan./jun. 2011.

PORTO, Mauro. TV news and political change in Brazil: The impact of democratization on TV Globo's journalism. Journalism, v. 8, n. 4, p.363-384, ago. 2007. SAGE Publications.

REGINATO, Gisele Dotto. As finalidades do jornalismo: o que pensam veículos, jornalistas e leitores. Doctoral thesis: UFRGS, 2016. Available in: . Acess on: 10 mai. 2016.

RESENDE, Fernando. O jornalismo e suas narrativas: as brechas do discurso e as possibilidades do encontro. Galáxia: Revista do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica, São Paulo, n. 18, p. 31-43, 2009.

SCHUDSON, Michael. Descobrindo a notícia: uma história social dos jornais nos Estados Unidos. Petrópolis: Vozes, 2010.

SERRA, Paulo. A credibilidade da informação na web. Biblioteca On-line de Ciências da Comunicação. Covilhã, Universidade da Beira Interior, 2006. Available in: <>. Acess on: October 5, 2014.

SINGER, Jane B.. Journalism ethics amid structural change. Daedalus, v. 139, n. 2, p.89-99, abr. 2010. MIT Press - Journals.

TRAQUINA, Nelson. Jornalismo. Lisboa: Quimera, 2002.




DOI: https://doi.org/10.25200/BJR.v12n3.2016.824

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN da versão online: 1981-9854

ISSN da versão impressa (descontinuada a partir de 2008): 1808-4079



Datas de publicação da revista

30 de abril - 30 de agosto - 30 de dezembro

 

Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.