Research Methodologies Applied to Journalism: A Study of the Papers Presented in SBPJor (2003-2007)

Elias Machado, Julia Rohden

Resumo


This article shows our analysis of the 509 papers presented at the Brazilian Association of Researchers in Journalism (SBPJor) conferences between 2003 and 2007. The analyses were based on four reference categories: 1) types of research; 2) formal standardization; 3) the type of methodological models; 4) the writers’ level of training. The goal is to identify the level of professionalization in specialized studies in journalism, highlighting the types of research and manuals, theoretical influences, and prevailing methodological methods. The main results highlight the predominance of doctoral writers and empirical research. We also noticed a lack of adherence to formal standardization.

Palavras-chave


Methodologies; Research in Journalism; Research Method; Methodological Methods

Texto completo:

PDF (English)

Referências


BARDIN, Laurance. Análise de conteúdo. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1995.

BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem. Tradução de Marian Yagello. São Paulo: HUCITEC, 1986.

BARTHES, Roland. A aventura semiológica. Tradução de Maria Santa Cruz. Lisboa: Edições 70, 1987, Coleção Signos.

BENETTI, Marcia: LAGO, Claudia (Orgs.). Metodologia de pesquisa em Jornalismo. Petrópolis: Vozes, 2007.

BUARQUE DE HOLANDA, Sergio. Raízes do Brasil. Edição comemorativa. SCHWARCZ, Lilian Moritz; DE ARAUJO, Ricardo Benzaquen (Orgs.). São Paulo: Companhia da Letras, 2016, p.

BOURDIEU, Pierre. Sobre a televisão. Seguido de A influência do Jornalismo e Os jogos Olímpicos. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1997.

CANCLINI, Néstor García. Culturas Híbridas. Estratégias para entrar e sair da modernidade. Tradução de Ana Regina Lessa e Heloísa Pezza Cintrã. São Paulo: EDUSP, 1997.

CASTELLS, Manuel. A era da informação: Economia, Sociedade e Cultura. v. 1 : A sociedade em rede. Tradução de Roneide Venancio Majer . São Paulo: Paz e Terra, 2000.

FAIRCLOUGH, Norman. Discourse and Social Change. Cambridge: Polity Press, 1993.

FOUCAULT, Michel. L’ordre du discurs. Leçon inaugurale au Collège de France pronuncie le 2 du Décembre 1970. Paris: Gallimard, 1971. Publicação brasileira: FOUCAULT, Michel. A Ordem do Discurso. Aula inaugural no Cóllege de France pronunciado em 2 de Dezembro de 1970.Tradução de Laura Fraga de Almeida Sampaio. São Paulo: Loyola, 1996.

GANS, Herbert. Deciding What’s News. A Study of CBS Evening News, NBC Nightly News, Newsweek and Time. New York: Pantheon Books, 1979.

GROTH, Otto. O poder cultural desconhecido. Fundamentos da ciência dos jornais. Tradução de Liriam Sponholz. Petrópolis: Vozes, 2012.

HABERMAS, Jurgen. Mudança Estrutural da Esfera Pública.Tradução de Flávio Rene Kothe. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1984, Biblioteca Tempo Brasileiro 76.

HALL, Stuart et al. A produção das notícias. IN: TRAQUINA, Nelson. Jornalismo. Lisboa: Vega, 1993.

HANITZSCH, Thomas. Journalism Research in Germany: Origins, theoretical innovations and future outlook. Brazilian Journalism Research. V. 2, n. 1 (2006), 39-53.

LAGE, Nilson. Ideologia e Técnica da notícia. Florianópolis: Insular, 2001.

LANDOW, George. Hyper/Text/Theory. Baltimore, Maryland: Johns Hopkins University Press, 1994.

LEVY, Pierre. As tecnologias da inteligência. O future do pensamento na era da informática. Tradução de Carlos Irineu da Costa São Paulo: Editora 34, 1995.

LÖFFELHOLZ, Martin; WEAVER, David (Eds). Global Journalism Research. Theories, Methods, Findings and Future. London: Wiley-Blackwell, 2008.

LÖFFELHOLZ, Martin; ROTHENBERGER, Liane. Eclectic Continuum, Distinct Discipline or Sub-Domain of Communication Studies? Theoretical considerations and empirical findings on the disciplinarity, multidisciplinarity and transdisciplinarity of journalism studies. Brazilian Journalism Research, 7 (2011), 1, p. 7-29.

MACHADO, Elias. From Journalism Studies to Journalism Theory. Brazilian Journalism Research, v. 1, n. 1 (2005), 11-23.

MACHADO, Elias. O Jornalismo Digital em Bases de Dados. Florianópolis: Calandra, 2008.

MACHADO, Elias. Journalism Research Methodologies: A historical review and prospects for the production of guidance manuals. Brazilian Journalism Research v. 6, n.1 (2010), 10-28

MACHADO, Elias; ROSA SILVA, Tainara. Metodologias de Pesquisa Aplicadas ao Jornalismo: Um estudo dos manuais de referência (1970-2007). Anais do Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, FADEP: Foz do Iguaçu, 2014, 14 pp.

MACHADO, Elias; SANT’ANNA, Jéssica. Limitações metodológicas na pesquisa em Jornalismo: Um estudo dos trabalhos apresentados no GT de Jornalismo da COMPÓS (2000-2010). Pauta Geral – Revista Brasileira de Jornalismo, v.1, nº1, (2014), 29-45.

MACHADO, Elias; ROHDEN, Julia. Metodologias de pesquisa aplicadas ao jornalismo: um estudo dos trabalhos apresentados na SBPJor (2003-2004). Anais do 12º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo. Santa Cruz do Sul: Universidade de Santa Cruz do Sul, 2014, 15 pp.

MACHADO, Elias; SANTA CRUZ, Andressa. Manuais de pesquisa em jornalismo. (Estudo de tipos, matrizes metodológicas e de autores de referência nas obras de Otto Groth e Jorge Pedro Sousa). Anais do XXXVIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2015, p. 21.

Available at: http://portalintercom.org.br/anais/nacional2015/indiceautor.htm#E

MACHADO, Elias. TEIXEIRA, Tattiana. Innovation as an essential part of journalism education in contemporary societies. Journal of Applied Journalism & Media Studies, 2016.

MAINGUENEAU, Dominique. Novas tendências em análise do discurso. Campinas, Pontes, 1989.

MARCONDES FILHO, Ciro. Jornalismo e Comunicação. A saga dos cães perdidos. São Paulo: Hacker editores, 2000.

MARQUES DE MELO, José. Estudos de Jornalismo Comparado. São Paulo: Pioneira, 1972.

ORLANDI, Eni. As formas do silêncio. No movimento dos sentidos. Campinas: Unicamp, 1992

ORLANDI, E. Análise de Discurso: princípios e procedimentos. Campinas, São Paulo: Pontes, 2001.

PATTERSON, Thomas, E. Informing the news. The need for knowledge-based journalism. New York, Vintage Books, 2013.

PÊCHEUX, Michel. Semântica e Discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Tradução: Eni Puccinelli Orlandi. et al. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 1988.

SANTAELLA, Maria Lúcia. Comunicação e Pesquisa. São Paulo: Hacker Editores, 2001.

SOUSA, Jorge Pedro. Introdução à análise do Discurso Jornalístico Impresso: um guia para estudantes de graduação. Florianópolis: Letras contemporâneas, 2004.

SOUSA, Jorge Pedro. Elementos de Teoria e Pesquisa da Comunicação e dos Media. Porto; Edições Universidade Fernando Pessoa, 2003, 2 ª edição revista e ampliada. Porto: EUFP, 2006.

TRAQUINA, Nelson. O estudo do jornalismo no século XXI. São Leopoldo: Unisinos, 2001.

TRAQUINA, Nelson. O que é Jornalismo. Lisboa: Quimera, 2002.

WAHL-JORGENSEN, Karin & HANITZSCH,Thomas (eds. ) Handbook of Journalism Studies. New York: Routledge, (2009).

WOLF, Mauro. Teorias da comunicação. Lisboa: Presença 1987

ZELIZER, Barbie. Taking Journalism Seriously: News and the Academy. London: SAGE, 2004

YIN, Robert. Case Study Research: Design and Methods. Thousand Oaks: Sage, 2003.




DOI: https://doi.org/10.25200/BJR.v12n1.2016.887

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN da versão online: 1981-9854

ISSN da versão impressa (descontinuada a partir de 2008): 1808-4079



Datas de publicação da revista

30 de abril - 30 de agosto - 30 de dezembro

 

Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.