Avaliando o caso da dengue na Argentina em 2009: discriminação e medo

Maximiliano E. Korstanje

Resumo


Após quase uma década, a reaparição da Dengue na Argentina causou pânico e medo. Diferente da Bolívia, do Brasil e do Paraguai, onde as políticas de prevenção têm sido seguidas, o futuro da dengue fica incerto para a Argentina; este trabalho não tem qualquer afiliação política, mas destaca o papel da mídia de massa na cobertura das epidemias. A questão de se um jornal ou corporação de mídia de massa deveria manter um mínimo de objetividade é extensa demais para ser resolvida neste artigo curto. Entretanto, temos apresentado um modelo que ajudará outros pesquisadores a interpretarem temas desta natureza no futuro. Nos momentos de desordem, incerteza ou desastre, as sociedades passam por uma mudança nas maneiras de perceberem sua realidade. Como registrado anteriormente, a incerteza, as fofocas e as facetas ideológicas são inerentes a todos os casos de perturbações sociais.


Palavras-chave


Surto de dengue ; pânico; mitigação ; campos políticos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25200/BJR.v6n1.2010.256

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN da versão online: 1981-9854

ISSN da versão impressa (descontinuada a partir de 2008): 1808-4079



Datas de publicação da revista

30 de abril - 30 de agosto - 30 de dezembro

 

Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.